BEM VINDO!

Este é um espaço criado para que possamos trocar informações sobre:

- Psicanálise;

- Comportamento Humano;

- Patologias Psicoemocionais;

- Sentimentos: que constroem e que destroem;

- Relacionamentos;

Enfim, toda abordagem que puder levar informação sobre melhor qualidade de vida emocional. Os textos não têm a pretensão de orientar, mas sim de poder oferecer uma alternativa de interpretação.

Sinta-se à vontade para opinar, contestar e discutir. Aqui, o que você pensa, é bem-vindo!

Abraço,

Lindalva Moraes Pereira
Psicanalista – SJCampos

sexta-feira, 1 de março de 2019

ESTAMOS MUDANDO O MUNDO E O MUNDO ESTÁ NOS MUDANDO

Resultado de imagem para ansiedade

Ultimamente tenho me pegado pensando muito antes de falar ou de escrever. Num primeiro momento pensei: hum... isto é bom, finalmente a tal ponderação! Mas em seguida vi que poderia ser mal sinal, estou perdendo a minha fala por temer ser mal interpretada, provocar desconforto em quem pensa diferente, no entanto, eu confio nas minhas intenções, e correr riscos faz parte, sempre. Porque afinal, é isto que move o desenvolvimento humano: questionar, ser questionado, refletir, encontrar espaço na tolerância para reflexões e pensamentos diferentes, reavaliar convicções, abrir mão ou defender pensamentos... Enfim, eu vi que estava começando a compactuar demais com o universo da “mimilândia”.

Vamos ao que interessa, pra isto quero usar um exemplo: o que houve com o bom e velho “bom dia” e o “muito obrigado”? Agora é só “excelente dia”, “ótimo dia” e “gratidão”! Acho lindo e também respondo o mesmo, quando o cumprimento é este! A Psicologia Positivista junto com as técnicas de Programação Neurolinguística, são eficazes sim, no entanto, eu tenho a impressão que o inconsciente coletivo está sendo conduzido, para de fato criar expectativas de uma “excelência” em tudo, e que manifestar “gratidão” o tempo todo, contribuirá maciçamente para girar a abundância ao redor. Muita calma nesta hora...

Se não puder ser um excelente dia, mas foi bom, tudo bem. Se não foi bom, mas foi feito o que estava ao alcance, tudo bem. Se não foi feito o que estava ao alcance, tudo bem também, porque somos falíveis e o padrão de excelência não está ao nosso alcance full time.

Eu peguei apenas exemplos pueris e talvez pouco expressivos sobre algumas mudanças em nosso modus operandi comportamental, que possa estar alterando a forma como enxergamos o mundo a nossa volta. E que, como tudo, traz benefícios e consequências.

Em nenhum outro tempo, eu vi um crescimento tão rápido de TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizado), no consultório. As pessoas manifestam sintomas cruéis, que as põem em crise sintomática: taquicardia, dor no peito, angústia, sensação de aprisionamento no próprio corpo, inquietação que não cessa, insônia, etc.

Qual a razão disto? As pessoas estão atrasadas para que? A insatisfação e a sensação de menor valia vêm de onde e comparado a que ou a quem? Elas sentem que sofrem censura o tempo todo de ordem externa, e que isto encontra terreno fértil dentro si mesmas.

Estamos cada vez mais com ferramentas diversas, disponíveis para promover o que há de melhor com relação ao potencial humano. Isto tudo deveria servir para aprofundar autoconhecimento, talvez encontrar uma excelente parceria/ amizade com a versão redescoberta de si mesmo, não para deflagrar uma corrida, perseguindo um sucesso que está atrasado para chegar.

Existem muitos artigos, com o subtítulo: “o mundo moderno está nos adoecendo”. Não acho que é para tanto ou não precisaria ser, mas quando ignoramos as mensagens subliminares que há nas mudanças comportamentais, permitimos que os efeitos colaterais se estabeleçam sem associação aparente.

Conclusão repetitiva: não há mágica, não há pílula do sucesso, não há lavagem cerebral. O autoconhecimento dá trabalho, é árduo, algumas vezes dói, mas é efetivo. Diminuir o ritmo não é sinônimo de ficar para trás, é ter controle sobre os anseios para não ser engolido por eles. Priorizar a relativa “paz de espírito”, não é aceitar a ineficiência, ao contrário, é amadurecimento de conceito, ela não virá como resultado se ela não tiver feito parte do processo.


Pesquisar este blog